Design têxtil na Premiére Vision Paris e inovação no artesanato na Maison D’Exceptions

minas-trend-natural-cotton-color

Natural Cotton Color pela segunda vez na Maison D'Exceptions, salão especial para trabalhos artesanais e inovadores na Premiére Vision Paris. A Natural Cotton Color é a única empresa brasileira selecionada para participar do Maison D’Exceptions, o salão nobre dentro da Premiére Vision Paris. O evento global para profissionais acontece de 7 a 9 de fevereiro no Parc de Exposições Paris Nord Villepinte, na França.

O Maison D’Exceptions é definido pelos curadores como “zona experimental de alta criatividade”. De acordo com Francisca Vieira, CEO da Natural Cotton Color “trata-se de um espaço destinado para convidados (marcas de luxo) que buscam produtos únicos e exclusivos. Todos os negócios ali são regidos por contrato com cláusula de sigilo”, explica. Este ano, serão 27 ateliês que vão apresentar conhecimento com foco em inovação e no trabalho artesanal divididos em técnicas ancestrais, contemporâneas e vernaculares (típicas de uma região).

A Natural Cotton Color tem dois espaços na Premiére Vision Paris. No Maison D’Exceptions apresenta a tipologia artesanal têxtil – Renda Renascença e Filé, Crochê e Macramê. No salão Designs apresenta estampas, tecidos e malhas em algodão colorido orgânico.

As novidades da Natural Cotton Color nesta edição

No Maison D’Exceptions, entre as novidade está a renda renascença feita a partir de elementos usados na produção de redes de dormir. “Ao invés do lacê usamos o mamucabo – o cordão do punho da rede. Também fizemos trança de crochê a partir de tirinhas de malha que são resíduos do corte da nossa confecção de roupas. O resultado é um crochê rústico que dentro do conceito de sustentabilidade é também um produto inovador”, afirma Francisca.

Renda renascença, crochê, macramê, tricô de máquina e malha jacquard em algodão colorido orgânico estarão em destaque na Maison D’Exceptions. 

Todo o trabalho artesanal (14 amostras com renda renascença, crochê e macramê) foi desenvolvido pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa – SEBRAE-PB via Sebraetec – um programa de apoio ao desenvolvimento tecnológico. “A consultoria da Rosangela Comparoni junto com a artesã Marlene Leopoldino foi crucial para alcançarmos este resultado. Nosso trabalho deve surpreender as marcas de luxo que frequentam o salão”, diz Francisca.

Renda renascença com crochê. O lacê foi substituído por cordão de rede de dormir (mamucabo).

Renda renascença com crochê. O lacê foi substituído por cordão de rede de dormir (mamucabo).

 

Para a Premiére Vision Paris serão apresentados tecidos especiais, malhas e fios de algodão colorido orgânico, com destaque para o jacquard exclusivo, feito em malha, desenvolvido no Serviço Nacional da Indústria – SENAI-SP Francisco Matarazzo, no bairro do Brás, na capital de São Paulo. “Também há testes sendo realizados na Innovative — empresa de tecnologia têxtil com sede em Americana, no interior do Estado”, revela Francisca. Estamos levando peças do estilista João Pimenta com a demonstração deste trabalho.

joao-pimenta-organic-cotton

Tecido criado pelo estilista João Pimenta, em São Paulo, desenvolvido pela Innovative: algodão colorido orgânico e fios reciclados de algodão desfibrado e garrafas PET. Parceria da Natural Cotton Color e da Santa Luzia Redes e Decoração com o estilista para 41º SPFW.

 

Jacquard em algodão colorido desenvolvido pelo SENAI-SP para a Natural Cotton Color.

Malhas em jacquard em algodão colorido desenvolvido pelo SENAI-SP Francisco Matarazzo com exclusivade para a Natural Cotton Color. Lançamento da Premiére Vision Paris.

 

Apresentamos também no evento a malharia retilínea — tudo tecido em tear manual. Foram desenvolvidas pela designer Juliana Gevaerd em fios de diferentes espessuras de algodão colorido orgânico.

Há também a estamparia do Estúdio Parahyba, coordenado pelo designer Dyógenes Chaves que criou novos padrões para a Primavera/Verão 2018. Os lançamentos se juntam às mais de 300 estampas produzidas para a Premiére Vision Paris. O grupo de estampadores é formado por Alena Sá, Alex de Brito, Célia Araúlo, Francisca Vieira, Paula Tabosa e da francesa Noëlie Brochier que se juntou à equipe recentemente.

Em destaque está o lançamento da coleção de estampas Flores do Mundo, inspirada nas viagens de Francisca pela Romênia, Patagônia, Argentina, Cuba e Brasil. A série foi desenvolvida no SENAI-PB pelos designers Rafael Lemos e Paula Tabosa.

A Natural Cotton Color e o estúdio Parahyba fazem parte da delegação brasileira selecionada pelo Texbrasil, programa de apoio à exportação desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção — ABIT e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos — Apex-Brasil.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *