Natural Cotton Color lança Denim inédito no mercado de moda

A Natural Cotton Color acaba de desenvolver o Denim para o mercado de moda sustentável fabricado a partir da pluma do algodão colorido orgânico da Paraíba – que já nasce com cores, sem uso de aditivos ou corantes.

Lançado com êxito na Première Vision Paris em setembro, será apresentado ao mercado nacional durante a Brasil Eco Fashion Week – semana de moda sustentável, de 16 a 18 de novembro na Unibes Cultural, em São Paulo.

O Denim e a sarja são dois tipos de tecidos obtidos da mesma forma, ou seja, ambos são o mesmo tecido de algodão de trama sarja, com estrias na diagonal. Ainda que a trama seja obtida de forma convencional criada no século XVIII, a invenção do Denim da Natural Cotton Color é a respeito de fio de algodão colorido 100% orgânico aplicado no urdimento de tecido plano tipo sarja sem nenhum tingimento. O efeito visual que caracteriza o Denim lançado pela Natural Cotton Color acontece pela junção dos fios em duas cores totalmente naturais do algodão colorido da Paraíba — o BRS topázio (bege) e BRS rubi (marrom), cultivares desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa Algodão – Paraíba).

“O Denim tradicional é feito com dois fios, sendo o do urdimento tingido e o da trama cru ou branco. Antes dos corantes sintéticos, o tingimento era feito com a anilina — que vem do Índigo, planta que chegou a dar nome ao tecido. O Denim da Natural Cotton Color é um tecido com dois fios, mas sem nenhum tipo de tingimento químico, vegetal ou mineral”, explica Francisca Vieira, CEO da marca. Por se tratar de produto inédito, a patente foi requerida ao Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI) e o processo está em estágio de Patente Pendente.

Denim com sustentabilidade ambiental e social

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), o Brasil é o quarto produtor e consumidor global de Denim. Atemporal, confortável e versátil, o jeans é um dos itens mais usados do mundo. No entanto, há uma crescente preocupação sobre os impactos negativos e os custos ambientais da moda — uma das indústrias mais poluidoras. Gera preocupação a proporção do uso da água porque o algodão é frequentemente irrigado. A pegada hídrica média global do tecido de algodão é de 10.000 litros por quilograma. Segundo a Water Foot Print isso significa que um jeans de 800 gramas custará 8000 litros de água na produção. A cultura do algodão colorido da Paraíba, além de dispensar tingimentos, é realizada em sistema de agricultura familiar sem irrigação, o que gera um impacto de 87,5% de economia da água no produto final, industrializado.

Além da questão da água e dos corantes e processos químicos para obter a aparência do Denim convencional, existem muitos outros custos ambientais, como a produção de sementes geneticamente modificadas (OGM), que exige alto uso de pesticidas e produtos químicos que afetam a saúde dos trabalhadores que cultivam algodão afetando também o solo e as águas subterrâneas. “Sabemos o quanto as águas residuais de tingimento afetam os rios em Bangladesh, China e Índia, e até mesmo em Toritama, em Pernambuco, importante polo de produção do jeans no Brasil”, ressalta Francisca.

O Denim sustentável foi desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia Têxtil do SENAI Paraíba a partir da demanda da Natural Cotton Color.

A ideia de produzir o Denim com algodão colorido orgânico não é recente, mas sempre houve dificuldades em encontrar um parceiro. Isso porque o principal gargalo que as fiações têm em produzir o algodão colorido é o elevado tempo de “setagens” no retorno à produção do algodão branco, pois há necessidade de uma rigorosa limpeza em todas as tubulações para evitar contaminação.

A iniciativa da Natural Cotton Color encontrou, finalmente, apoio no Instituto Senai de Tecnologia Têxtil e Confecção da Paraíba — que tem a missão de alavancar a competitividade da indústria do Estado. “O algodão colorido é um dos pilares na concepção deste instituto”, confirma Luis Sávio, coordenador da planta têxtil. Ele conta que todo o processo — fios da trama e a padronagem do Denim – foi desenvolvido pelos especialistas dentro do próprio instituto da Sala de Abertura, passando pelo Filatório, Urdideira Seccional e finalizando no Tear Plano. A capacidade de produção do Instituto é de 1300 quilos por mês. A Natural Cotton Color pretende ampliar a produção do Denim de acordo com a demanda do mercado ampliando parcerias.

As vendas Denim de Algodão Colorido Orgânico da Paraíba serão realizadas pela Natural Cotton Cotton por meio do site apenas por atacado. O pedido mínimo é de 500 quilos, aproximadamente 2000 metros de Denim. “Se todo mundo quer ter ao menos um jeans no guarda-roupas, o nosso Denim surge como uma alternativa. Desta forma, além de promover a moda sustentável – com baixo impacto ambiental, esperamos gerar alto impacto social com mais demanda por tecidos de algodão colorido e cobrir a Paraíba com a cultura fortalecendo a agricultura familiar e a moda, importante setor da Economia Criativa”, comemora Francisca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *