Sustentabilidade

O algodão colorido é uma alternativa ao sistema de produção do algodão tradicional. Desenvolvido pela Embrapa na Paraíba, o algodão já nasce colorido, sem uso de aditivos, preservando o meio ambiente.
“A pluma dispensa a fase do tingimento, garantindo economia de 87,5% de água no processo de acabamento da malha, em comparação com os tecidos coloridos artificialmente.” (Gilvan Ramos, Embrapa)
A produção é orientada com base na sustentabilidade social e ambiental. Fruto da agricultura familiar, o algodão colorido orgânico é plantado no sistema de compra garantida. Independente do resultado, o preço pago pelo Grupo NCC Ecobrands ao agricultor é o melhor do Brasil. E a produção recebe a certificação do Instituto Biodinâmico (IBD) desde 2012.
Toda a cadeia produtiva (o que inclui agricultores, tecelagem, artesãos e costureiras) é composta de trabalhadores reunidos em associações.
Da criação e desenvolvimento dos produtos NCC Ecobrands, a ênfase está em associar o design ao artesanato com inserção de rendas, bordados, crochê, macramê, entre outras técnicas feitas à mão — contribuindo com o desenvolvimento social de comunidades do Estado da Paraíba, base regional das empresas do grupo.
Para garantir o conceito ecofriendly, mesmo ao diversificar as cores de tecidos ou aviamentos inseridos nos produtos, são realizados tingimentos naturais, feitos à base de cascas e folhas de plantas.
Sustentabilidade só existe se houver integração das três dimensões do desenvolvimento sustentável: econômica, social e ambiental. Sem estes três pilares a sustentabilidade não se sustenta. (Fonte: USP)
Atualmente se discute que aspectos culturais devem ser trabalhados junto à questão da sustentabilidade. Nesse sentido, o Grupo NCC Ecobrands está na vanguarda, já que desde 1995 vem inserindo um pouco da cultura local no mercado global.