Camiseta de algodão tem história. Conhece?

Difícil acreditar que até o início do século passado, a camiseta — item fundamental em qualquer guarda-roupa — era renegada a “roupa de baixo”. Na Europa, naqueles tempos nem tão remotos ela só esteve à vista e sem glamour quando usada para trabalhar.

De acordo com Miti Shitara, professora de História da Moda, no século XVI, a camiseta foi notada quando Michelangelo esculpiu O Escravo Moribundo — um homem usando uma camiseta regata. Apesar disso, não impactou em nada o modo de vestir da época.

O escravo moribundo, de Michelangelo.

O escravo moribundo, escultura de 1516, de Michelangelo, usa camiseta.

Somente depois da 1ª guerra que começou o costume de usar camisetas surgiu nos Estados Unidos. Os soldados do Exército e da Marinha viram os outros soldados europeus usando as camisetas por baixo dos uniformes e, claro, aderiram. E ainda batizaram a camiseta de T-shirt.

Porém, foi graças a Hollywood que a camiseta virou ícone, cerca de uma década depois.  Em 1951, Marlon Brando aparece de camiseta em Um Bonde Chamado Desejo. Em seguida, James Dean surge nas telonas de camiseta em Juventude Transviada. Assim a camiseta deixa de ser peça de vestuário e vira estilo — sinônimo de rebeldia.

Marlon Brando

Marlon Brando: a camiseta entrou no cinema e virou febre.

Nos Anos 60, o uso da camiseta como expressão é reforçado. Em plena Guerra do Vietnã os jovens usam a peça para contestar e passar mensagens, a maioria de paz. E as mulheres aderiram ao uso. Nos Anos 70, a camiseta se reafirma como meio e carrega frases, símbolos e marcas. Uma década depois, nos anos 80 — no auge do movimento Yuppie – dinheiro e poder contagiam a camiseta. Elas começam a carregar nomes de grifes. Depois de massificada, nos anos 90, a camiseta perde sua força conceitual e é apenas uma peça de roupa básica.

A partir dos anos 200, no início do século XXI, a palavra de ordem é customização — de “custom”, personalizado ou sob medida. Vale reinventá-la, fazendo do seu jeito porque o que vale é ressaltar e refletir a personalidade de cada um. Camiseta é estilo: de vida, de modos de ver o mundo.

Camiseta de algodão colorido orgânico. Moda com pegada ecológica.

As camisetas produzidas pela Natural Cotton Color – NCC Ecobrands são feitas de algodão colorido orgânico. Não causam danos ao meio ambiente. O processo produtivo gera economia de 87,5% de água — se comparado à cadeia produtiva de uma camiseta de algodão tingida. Ou seja, usar camiseta ecológica é também sinônimo de consumo consciente.

Fonte Crescer.

Related Posts

2 Comments on “Camiseta de algodão tem história. Conhece?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *