Entrevista em Paris: o algodão colorido associado ao artesanato inovador

Quando a Natural Cotton Color – NCC Ecobrands participou da Maison D’Exceptions na Premiére Vision Paris como a primeira empresa brasileira selecionada para o salão em 2015, a organização do evento realizou uma entrevista. O tema é sobre como as técnicas manuais tradicionais locais e a matéria-prima de produção também local foram associados à moda desenvolvida com o algodão colorido orgânico.

A entrevista foi disponibilizada em maio deste ano e está com narração em francês, por isso, traduzimos neste texto a fala de Francisca Vieira, CEO da marca Natural Cotton Color.

ENTREVISTA PARTE 1

“Meu trabalho envolve a missão de preservar o patrimônio cultural da região, uma vez que várias técnicas como a renda estão com ameaça de extinção. Como incluí o artesanato nas minhas coleções de moda, eu posso contribuir que este conhecimento continue vivo. Por isso vieram duas artesãs para uma demonstração de seu ofício no Maison D’Exceptions.

Combinar moda e artesanato é uma boa maneira de lançar luz sobre as manualidades, e no Nordeste do Brasil é uma região muito artesanal. E o artesanato por si só não têm valor por lá. Ao incluir em minhas criações de moda, eles serão mais visíveis, portanto, os artesãos vão ganhar mais”.

ENTREVISTA PARTE 2

“Em nossa região o algodão nasce naturalmente colorido, uma matéria-prima orgânica, ecologicamente correta, que não necessita de tingimento químico e requer 87% menos água do que o algodão convencional.

Quanto aos benefícios sociais, a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) confirmou que pagamos o preço mais elevado para 1 kg de plumas de algodão em todo o país. Isso significa que os agricultores ganham o dobro do que os outros trabalhadores da agricultura convencional. E isso é muito importante para mim”.

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.